Portal de Notícias

4 dicas para evitar o esgotamento emocional


O período de faculdade é um momento de mudanças na vida dos estudantes, com a chegada de mais responsabilidades e obrigações. Na faculdade de Medicina então, a carga horária extensa de aulas, muitas provas e conteúdo para estudar em casa exigem bastante dos alunos. Com isso, há o risco de se manifestar um quadro de esgotamento emocional.


Segundo estudo da International Stress Management Association, 70% dos brasileiros sofrem as consequências do estresse, e 30% destes apresentam a síndrome de burnout, distúrbio emocional provocado pelo estresse relacionado ao trabalho.


O problema se caracteriza por sentimentos de exaustão ou esgotamento de energia, aumento do distanciamento mental do trabalho, sentimentos de negativismo ou cinismo relacionados a ele e redução da eficácia profissional.


Mas como impedir chegar a esse ponto de sobrecarga, tornando o período de estudos de Medicina algo produtivo, prazeroso e mais leve? Confira agora 4 dicas para evitar o esgotamento emocional:


1 - Organize sua rotina


Quando você cria uma agenda detalhando todos os seus compromissos, fica mais fácil estabelecer metas e fazer um planejamento realista e viável. Experimente: você certamente ficará mais tranquilo e concentrado no que interessa. Mantenha o seu local de estudos organizado, limpo e livre de distrações.


E não se esqueça de respeitar seus limites e reservar pausas para descanso. Cada um tem seu ritmo, mas o excesso de estudos diários é prejudicial em vários sentidos. Você acaba não assimilando o conteúdo, se desgastando e gerando mais ansiedade.


2 - Faça atividades físicas e se alimente bem


A prática de esportes e exercícios físicos gera bem-estar, auxilia a qualidade do sono e dá mais disposição para o dia a dia. Escolha uma atividade que você goste e mantenha a rotina, mesmo nos dias mais corridos e em que a preguiça aparece.


A alimentação é outro fator importantíssimo! Tenha uma dieta balanceada, com muitas verduras, legumes e frutas. Evite alimentos gordurosos e processados. Não fique muito tempo sem se alimentar e capriche na hidratação. Lembre-se de sempre ter uma garrafinha d’água ao lado.


3 - Separe um tempo para o lazer


A rotina universitária é repleta de atividades sociais, festas e oportunidades para fazer amizades e se divertir.


Mas é preciso estabelecer um equilíbrio entre o lazer e as inúmeras responsabilidades.


Com consciência e disciplina, é possível ter tempo para estudar, planejar sua carreira, namorar e compartilhar bons momentos com os amigos e colegas de classe.


4 - Conte com o suporte da universidade e da sua rede de apoio


Ninguém precisa sofrer sozinho! Conte com o apoio de sua família, amigos, colegas, professores e orientadores. Muitos já passaram por situações semelhantes e podem te tranquilizar sobre esses sentimentos momentâneos.


Terapias alternativas, como meditação, funcionam muito bem para algumas pessoas. Se achar necessário, não hesite em procurar ajuda de um especialista, como psicólogo ou psiquiatra.


Sintomas como dores de cabeça constantes, problemas de sono, tensão e dores musculares podem indicar o problema. Neste momento, o apoio a outros alunos que também estejam passando por dificuldades é essencial.


Gostou das dicas? Confira outros conteúdos sobre estudos na faculdade de Medicina em nosso blog.

4 visualizações