top of page

Portal de Notícias

Qual a diferença entre Hard Skills e Soft Skills?


O mercado de trabalho é bastante competitivo, e na área da saúde não é diferente. Por isso, os estudantes de cursos como o de Medicina precisam focar em desenvolver competências variadas para se destacarem.


Você já ouviu falar em soft skills e hard skills?


Em uma explicação simplificada, podemos dizer que as hard skills são as habilidades técnicas, enquanto as soft skills são as habilidades comportamentais.


Continue lendo para saber mais sobre elas.


Hard Skills

Essas habilidades são mais facilmente mensuráveis e, tradicionalmente, são a base para avaliação de profissionais em um processo seletivo.


As hard skills podem ser aprendidas em uma graduação, cursos técnicos, mestrados, doutorados e na prática de operação com equipamentos, por exemplo. São características que sempre estão destacadas nos currículos. Assim, as empresas podem comprovar que os candidatos têm essas competências com certificados, diplomas, habilidade para usar softwares e fluência em uma língua estrangeira, por exemplo.


Confira algumas hard skills da área de saúde:


  • Habilidade do médico para realizar uma cirurgia;

  • Domínio na utilização de instrumentos médicos;

  • Experiência para realizar um diagnóstico clínico;

  • Capacidade para avaliar o resultado de um exame;

  • Conhecimento sobre medicamentos;

  • Capacidade do técnico para calibrar equipamentos.


Soft Skills

Esse tipo é mais difícil de reconhecer, pois são habilidades sociocomportamentais. Elas abrangem a experiência e vivências pessoais, sendo mais complicadas de se ensinar.


Algumas soft skills são:


  • Proatividade;

  • Empatia;

  • Capacidade de resolução de conflitos;

  • Trabalhar sob pressão;

  • Liderança;

  • Criatividade;

  • Capacidade analítica;

  • Adaptabilidade;

  • Cordialidade;

  • Habilidade em trabalhos em equipe;

  • Comunicação interpessoal;

  • Resiliência;

  • Ética;

  • Capacidade de persuasão.


Essas competências exigidas nos relacionamentos interpessoais ganham cada vez mais importância no ambiente de trabalho. Nos processos seletivos, muitas vezes são realizadas dinâmicas de grupo para avaliá-las, pois são mais subjetivas.


Mas não se engane, tenha certeza que essas avaliações terão um peso considerável para garantir uma boa colocação.


Unindo as hard e soft skills

Você já deve ter percebido que para ser um profissional completo, precisa juntar hard e soft skills. Essa união é que fornece as ferramentas necessárias para a prática médica no dia a dia, em uma sinergia entre o talento, conhecimento e sensibilidade para lidar com as mais variadas situações.


Uma consulta médica é um ótimo exemplo: ao mesmo tempo em que o profissional precisa dominar a forma de fazer diagnósticos clínicos, conhecer as especificações e indicações de medicamentos e solicitar os exames adequados, ele também deve saber lidar com as expectativas e apreensões, normais em qualquer paciente.


Um médico que consegue desenvolver um atendimento humanizado, se comunica de maneira clara, com paciência, e responde a todas as questões colocadas durante a consulta, ganha a confiança dos pacientes e se destaca no mercado com esses diferenciais.


E você, já identificou suas hard e soft skills? Avaliou como pode aprimorar suas habilidades?Confira outros conteúdos sobre saúde e estudos na faculdade de Medicina em nosso blog.

2 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page