Portal de Notícias

4 assuntos atuais para ficar ligado na hora de estudar para o vestibular


A Humanitas já está com as inscrições abertas para o vestibular 2023 e os estudantes que almejam uma vaga no concorrido curso de Medicina estão partindo para a reta final de estudos.


Além de ficarem atentos ao prazo de inscrição, que vai até o dia 9 de novembro, estar por dentro dos temas de atualidades é importante, tanto para a prova de redação quanto para as questões de múltipla escolha.


Por isso, separamos 4 assuntos para você ficar ligado na hora de estudar para o vestibular. Confira um pouco mais sobre eles:


1- Pandemia e vacinação

Saber o que significa o conceito de pandemia (doença infecciosa que se espalha pelo mundo) e diferenciá-lo de endemia e epidemia é apenas um dos aspectos que podem ser cobrados na prova do vestibular.


As consequências da Covid-19 envolvem debates sobre política, saúde pública, crise econômica, desemprego, importância da vacinação, relações internacionais, transtornos psicológicos causados pelo isolamento, mudança de hábitos, ensino a distância, solidariedade e empatia, entre outros.


2- Questões de gênero

Assunto ainda cercado de muita desinformação e que ganha a cada dia mais espaço em debates, os estudos de gênero tratam de uma gama ampla de aspectos, como os diferentes tipos de diversidade sexual, discriminação e problemas de inclusão de grupos na sociedade.


Nas Ciências Sociais, o conceito de gênero é tratado como algo que se constrói em meio a processos psicológicos, socioculturais e históricos. As manifestações biológicas e expectativas sociais em relação a comportamentos são o centro de discussões sobre uma sociedade mais diversa e igualitária.


3- Desmatamento e crise hídrica

Desmatamento, seca, queimadas e exploração desordenada de recursos naturais são problemas que causam degradação ambiental. O desmatamento na Amazônia afeta todo o mundo. Problema antigo, é um assunto em alta.


As florestas reciclam as chuvas na Amazônica. Mais da metade da chuva em São Paulo depende desse processo. Os períodos de estiagem, cada vez mais frequentes, trazem redução do nível de água dos rios, que ocasiona aumento da emissão de gases poluentes do efeito estufa e afetam o abastecimento de água.


4- Fome e insegurança nutricional

Segundo levantamento da Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional, 33,1 milhões de brasileiros passam fome. O número ganha contornos mais preocupantes se considerarmos que no final de 2020, eram 19,1 milhões.


O tema é urgente e envolve fatores como políticas públicas, distribuição de renda, desemprego, inflação e agronegócios, por exemplo.


Também vale a pena ficar de olho em outros assuntos que têm tido destaque na mídia, como combate à depressão, polarização política, a cultura do cancelamento no meio digital, ensino a distância, racismo, desigualdades sociais, Guerra na Ucrânia, sistema público de saúde, novas relações de trabalho, famílias contemporâneas, mobilidade urbana, violência contra a mulher e sustentabilidade, entre outros.


Gostou das dicas? Você pode conferir tudo sobre o vestibular de Medicina 2023 da Humanitas em nosso blog. Veja também conteúdos com dicas de estudos:


22 visualizações

Posts recentes

Ver tudo