top of page

Portal de Notícias

O que é Ciclo Clínico?


Você sabe o que é o Ciclo Clínico? Ele é uma fase importante da graduação em Medicina. A grade curricular do curso de Medicina pode variar de acordo com a faculdade, mas as matérias são similares. Durante os 12 semestres, costumam estar divididas em Ciclo Básico, Ciclo Clínico e Internato.


A entrar para a faculdade de Medicina, os alunos passam pelo Ciclo Básico, momento em que têm o primeiro contato com a área. São dois anos de estudos de matérias teóricas e introdutórias sobre o funcionamento do corpo humano – com bastante ênfase em Anatomia, Fisiologia, Bioquímica e Histologia –, aulas em laboratório e aprendizados utilizando peças anatômicas.


Ao levar a faculdade a sério, com comprometimento, desde o início, o estudante consegue estabelecer uma base sólida para as próximas etapas do curso, já que, em seguida, começa o Ciclo Clínico, do qual falaremos com mais detalhes a seguir.


Conhecimento aprofundado e início da prática


A partir do terceiro ano de faculdade, o conteúdo das matérias passa a dar ênfase ao estudo das doenças e prática clínica. Durante os quatro semestres do Ciclo Clínico, os estudantes têm a oportunidade de ter seus primeiros contatos com pacientes, interpretar exames, conhecer hospitais, consultórios e laboratórios.


Com o conhecimento adquirido no Ciclo Básico, o estudante está preparado para começar a acompanhar disciplinas mais aprofundadas. Temas como Patologia, Imunologia, Semiologia, Propedêutica e Epidemiologia passam a tomar conta da rotina de estudos, trazendo informações importantes sobre sintomas de doenças, formas de prevenção e tratamentos.


Ao conhecer casos clínicos reais e ter contato com pacientes – sob supervisão de professores e profissionais experientes –, os futuros médicos podem aprender a fazer a anamnese e a analisar e interpretar exames laboratoriais, eletrocardiogramas, raios-X, tomografias e ressonâncias magnéticas.


Essa fase é importante ainda para o desenvolvimento de habilidades de comunicação, interação e trabalho em grupo, além de ser o período ideal para as atividades extracurriculares, como projetos de pesquisa, iniciação científica e monitoria.


Ou seja, é um período de muito estudo, que exige comprometimento e dedicação para ser aproveitada de forma plena. Por isso, redobre a atenção no planejamento e organização para dar conta de tudo e seguir o caminho para se tornar um profissional completo!

Internato


Com um aproveitamento sólido deste período, o estudante está pronto para a fase seguinte. O Internato, também chamado de “Estágio Supervisionado Obrigatório”, é a parte final da graduação em Medicina.


O objetivo é integrar o conhecimento teórico assimilado durante o curso com a prática real da profissão. As aulas práticas em hospitais-escolas se intensificam, o aluno começa a dar plantões e a até realizar procedimentos simples. Também é o período em que começa a definir qual especialização deseja seguir.


Daí é um passo para a Residência Médica, o registro no CRM (Conselho Regional de Medicina) e a posterior atuação no mercado de trabalho!


Gostou de conhecer mais detalhes sobre o Ciclo Clínico e as outras fases do curso de Medicina? Você pode conferir outros conteúdos no nosso blog, que aborda temas como a grade curricular, estrutura do laboratório e dicas para focar nos estudos.

60 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Yorumlar


bottom of page